Entre em contato! (48) 999-690-311|arturdbem@gmail.com

Mailchimp – Automação e envio de e-mail em massa

/, plataformas/Mailchimp – Automação e envio de e-mail em massa

E-mail é uma boa maneira de manter contato com clientes. Eu também achava que não, mas na prática, minha experiência me fez acreditar que é sim. E é uma ótima maneira, diga-se de passagem.

E nesse post vamos tentar explicar um pouco do funcionamento e de como usar a parte de envio de e-mails do Mailchimp, uma plataforma que vai muito além de só enviar e-mails.

Eles mesmo dizem isso: “Tudo o que você precisa em um só lugar. De email a cartões postais, sites a automações, nossa Plataforma de Marketing tudo-em-um é perfeita para impulsionar empresas em crescimento como a sua.”

Capa do Mailchimp.

O Mailchimp é uma excelente plataforma para suas campanhas de e-mail. Ele permite envio de e-mails em massa, automação de e-mails, até serve como CRM, entre outras dezenas de funções. É uma das maiores do mercado e fácil de usar.

Com ele, é possível segmentar seu público por sexo, idade, da forma como você quiser, e enviar e-mails para esse público segmentado.

Além disso, caso você tenha uma campanha longa, é possível enviar e-mails para quem abriu os últimos, ou clicou nos últimos. Dessa forma, você ou sua empresa mantém contato somente com aquelas pessoas que realmente tem interesse nos seus conteúdos, sem incomodar as outras pessoas que, neste momento, não estão interessadas.

Envio de e-mails segmentados pelo Mailchimp.

Para quem não entende inglês, pode se sentir meio desconfortável de usar no primeiro momento, porque ele não tem tradução pra português. Mas se você usa o Google Chrome, basta clicar com o botão direito do mouse em qualquer lugar da página e selecionar “Traduzir para o português”.

Eu prefiro usar em inglês porque tenho certo conhecimento na língua e porque alguns termos são mais conhecidos em inglês do que em português.

Cadastro

Ao acessar a tela inicial, clique no botão “Sign Up Free” no canto superior direito.

Preencha seu e-mail, seu “Username”, que é o nome que você usará para login; e escolha uma senha.

A senha deve ter uma letra minúscula, uma maiúscula, um número, um caractere especial (@#$%&* são exemplos de caracteres especiais) e tem que ter 8 dígitos no mínimo. Esse padrão é utilizado por diversas plataformas que prezam pela segurança digital. Se acostume a esse modelo.

Veja este vídeo do Google com dicas sobre senha.

Em seguida você receberá um e-mail para confirmar o seu cadastro e ativar a conta.

Escolha o plano que você deseja usar baseado na quantidade de e-mails que você tem. O plano gratuito possui uma capacidade de armazenar 2.000 e-mails e enviar 10.000. Ou seja, se você tem os 2.000 contatos, pode enviar 5 e-mails para toda sua base por mês.

Clique em “Complete” para continuar o cadastro, preenchendo seu nome e sobrenome, nome da empresa, seu site, seu endereço físico. Todos esses dados são importantes para gerar credibilidade na sua conta e no seu e-mail e evitar que caia na caixa de spam dos seus contatos.

Na sequência, você diz para o Mailchimp se você já tem uma lista de contatos ou não. Mais pra frente você vai enviar a sua lista de contatos com arquivo .csv (lembrando do limite de 2.000) ou deixar em branco e preencher a sua lista depois.

Continuando, você diz que se quer vincular sua conta do Facebook e do Twitter.

Depois, você pode responder uma pesquisa para o Mailchimp conhecer melhor sua empresa, seu ramo de atividade, e, com isso, sugerir algumas dicas. Eu recomendo. Mais pra frente você vai entender o porque.

Finalizando, aperte o botão para confirmar tudo que você preencheu antes.

Pronto! Você já tem sua conta criada. É hora de usar o Mailchimp!

Nota: Este passo-a-passo pode mudar um pouco, conforme atualizações do Mailchimp, mas a essência é essa.

Importação de contatos

Você não precisa copiar e colar todos os seus contatos para criar sua lista. Pode importar uma lista inteira, com vários dados de cada contato como Nome, Sobrenome, Endereço, etc.

Ele reconhece a maioria das colunas (cada campo é uma coluna do arquivo). Mas mesmo que ele não reconheça, você pode indicar para ele qual coluna corresponde a qual campo. E até criar novos campos específicos do seu ramo, que não estão pré-definidos pelo Mailchimp, como número do calçado, ou cor preferida. Então não se preocupe, pois nenhum dado será perdido.

Uma funcionalidade recente do Mailchimp é que ele pode buscar seus contatos do Google, por exemplo, entre outras plataformas. Ele puxa todos os seus contatos em questão de segundos.

Custo

Dinheiro. Imagem de Thomas Breher por Pixabay.

Mailchimp possui um plano gratuito e planos pagos.

Eu sou um entusiasta das ferramentas gratuitas, ou das partes gratuitas das ferramentas que possuem parte paga, porque sempre supriu as minhas necessidades e dos clientes da De Bem Comunicação. Então todas as funcionalidades que serão mostradas aqui se referem à parte conta gratuita. Quando não, será explanado.

Se você precisar investir, o plano mais barato dele custa cerca de R$ 50 (dependendo da cotação). É que a moeda deles é o dólar.

E esse plano mais barato não tem tanta funcionalidade a mais do que o gratuito. A maior vantagem é a quantidade de e-mails e o suporte 24h.

Dentro do plano gratuito, você pode usar alguns serviços pagando um extra por eles.

E-mails em massa

Com o Mailchimp é possível enviar 10.000 e-mails por mês e 2.000 e-mails diários. São 5 e-mails por mês, caso a sua conta esteja lotada com os 2.000 contatos.

Mas lembre-se que você precisa enviar alguns e-mails de teste, para confirmar e garantir que seu e-mail esteja correto, com a diagramação, imagens, português correto, links funcionando, etc. E esses e-mails de teste são descontados do seu limite mensal.

Entregabilidade

A plataforma do Mailchimp é excelente, mas não faz tudo sozinha. Mesmo tendo um bom servidor, você precisa fazer a sua parte. Para garantir que os e-mails que você envia sejam entregues na caixa de entrada do seu contato, e não na caixa de spam, são necessários mais alguns cuidados.

1 – Capriche na configuração da sua conta

Preencha o seu nome, seus contatos, seu endereço físico. Esses dados são uma forma de garantir que você realmente existe e não é um robô.

2 – Tenha uma lista de e-mails ativa

Se você tem uma lista de e-mails desatualizada com e-mails inexistentes, já lotados porque nunca mais foram abertas, seu e-mail será disparado para muita conta “errada” e os servidores vão entender seu e-mail como um spam para outras contas ativas, que poderiam receber seu e-mail.

NOTA: Geralmente os e-mails são abertos nas primeiras horas após o envio dos e-mails. Considere isso antes de enviar e-mail às 2h da manhã.

Automação

Você pode criar campanhas no Mailchimp com disparos automáticos. Isso é ótimo para quem não tem tempo de enviar com frequência, ou para quem corre o risco de esquecer (quem nunca?).

Deixe todos os e-mails prontos, aprovados, testados, e configure o objetivo.

As automações são para inclusão na lista, inclusão de uma tag no contato, aniversário (excelente opção), post no blog, e uma gama de opções para quem tem E-commerce!

Lembre que e-mails demais podem incomodar.

Dentro dessa automação, não é possível segmentar os próximos por quem abriu ou clicou no seu e-mail anterior. É uma automação de primeiro contato, somente.

Ainda sobre automações, é possível programar o envio do seu e-mail. Você cria, testa, e programa a data e horário que deseja enviar o e-mail para sua base.

CRM

Para cada cadastro de um contato no Mailchimp você pode preencher campos já pré-definidos (as MERGE) como Endereço, Cidade, Telefone, mas também pode criar novos campos que sejam interessantes para você: Tamanho da camisa, Participação em eventos, tudo depende do seu nicho.

Além disso, você pode incluir tags (marcadores) nos contatos, para ajudar a segmentar. As tags são definidas por você: data de importação dos contatos, sexo, etc.

Cada um desses itens podem ser discriminados no momento do envio de e-mail.

Usando bem as tags e os campos de cadastro dos contatos, você pode usar o Mailchimp como um CRM (gerenciamento de clientes). Além do próprio Mailchimp e da De Bem Comunicação, nenhuma outra descrição que você verá na internet vê eles como um CRM.

IMPORTANTE: O Mailchimp só permite a criação de 1 lista de contatos. Nessa mesma lista estarão os seus clientes, seus fornecedores, seus funcionários, etc. Por isso, é importante segmentar o máximo possível os seus contatos, usando com sapiência as tags e os campos de cadastro.

Uma dica é separar os clientes, fornecedores e funcionários por tags, por exemplo, e dentro de cada um desses, segmentar mais com os campos de cada cadastro (MERGE) como a idade, sexo, cidade, transportadora, etc.

Aplicativo de celular

O Mailchimp também tem um aplicativo de celular. Basicamente todas as funções estão disponíveis na versão mobile.

Relatório Mailchimp

O Mailchimp oferece um excelente relatório de entrega, abertura e clique dos seus e-mails.

Ele mostra um gráfico dos seus últimos disparos, para acompanhar se estão aumentando ou diminuindo, e até um comparativo com o seu mercado (preenchido lá no início do cadastro, lembra?).

Com isso, você pode ter uma noção de como anda os seus e-mails comparado com outras empresas do ramo e com você mesmo, sabendo como estão os disparos dos seus e-mails ao longo do tempo.

Dá pra ver quem abriu, o horário, quem clicou, etc. Um relatório completo. E ainda exportar um PDF para mostrar para seus clientes, caso você seja uma agência, ou o superior do seu setor.

NOTA: O relatório mostra um gráfico da performance do e-mail com dados de abertura e cliques das últimas 24 horas. Então não demore muito para gerar o relatório. Lembre que as primeiras horas depois do envio costumam ter uma taxa de abertura maior.

Outras campanhas

Já falamos sobre quase todas as funcionalidades do Mailchimp dentro do disparo de e-mails. São muitas. Mas nem só de e-mail vive o Mailchimp.

Com ele você pode criar campanhas de Google Ads, Facebook Ads, Landing Page, Formulários, Testes A/B, e muito mais.

O Mailchimp oferece uma gama de funções para sua estratégia de marketing digital. Antes de procurar outra plataforma, procure saber se o Mailchimp faz. É bem possível que sim.

Nem todos os recursos oferecidos são possíveis na versão gratuita. Alguns recursos tem restrições ou podem ter taxas adicionais.

Conclusão

Mailchimp é uma excelente plataforma. Existem centenas de outras plataformas no mercado, mas o Mailchimp é uma das maiores, mais conceituadas, mais respeitadas e confiáveis.

Os 2 únicos poréns são que a plataforma é totalmente em inglês e a parte paga deles, que é muito cara para os brasileiros, pelo fato deles usarem tudo em Dólar. E atualmente tem saído bem caro para usar qualquer outra moeda que não seja o Real.

A De Bem Comunicação usa e recomenda. De graça. A recomendação e o cadastro.

 

E se você precisar de ajuda para criar um planejamento de e-mails ou para uso do Mailchimp, fale com a gente.

By | 2020-06-15T21:33:10-03:00 outubro 26th, 2018|

One Comment

  1. TELMA DE OLIVEIRA PITTA 14 de abril de 2020 at 12:28 - Reply

    Muito explicativo! Adorei…
    #gratidão

Leave A Comment

×